“Vem pra Feira” edição janeiro ofereceu produtos mais baratos para servidores

Versão para impressãoEnviar por e-mailVersão em PDF
Foto: Divulgação SEAP
 
Vender os alimentos produzidos na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI) é o objetivo do “Vem pra Feira”, projeto da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), por meio de sua Diretoria de Reinserção Social (DRS), ocorrido na manhã desta sexta-feira (10), na sede da SEAP, em Belém.
 
Esta edição contou com a venda de hortaliças como couve, cheiro-verde, tomate cereja, pimenta de cheiro e plantas ornamentais, a preços acessíveis.
 
O “Vem pra feira”, realizado mensalmente, integra o Projeto Nascente e conta com a atuação de profissionais como técnicos agrícolas e engenheiro agrônomo que orientam os apenados da unidade no trabalho de produção agrícola desenvolvido na CPASI, como o cultivo de hortaliças, criação de aves, como galinhas e patos, além de suínos. Os valores arrecadados com a venda dos produtos retornam na forma de investimento para o próprio projeto e outros.
 
Segundo Rodrigo Teixeira, gerente de comercialização da DRS, o Projeto Nascente e o “Vem pra Feira” promovem, além da remição de pena, o fornecimento de bolsa, com valor destinado ao auxílio pecúlio e, principalmente, a capacitação profissional, entregando aos detentos conhecimentos que os auxiliarão na vida fora do cárcere. 
 
"O “Vem pra Feira” é mais uma ação da SEAP com o intuito de promover meios para a efetiva reinserção social da pessoa privada de liberdade, além de fornecer benfeitorias à população através de produtos de qualidade a preços acessíveis", afirma. 
 
 
Por: Núcleo de Comunicação.