Coordenadoria de Assistência Social da Susipe lança projeto "Sala de Espera"

Versão para impressãoEnviar por e-mailVersão em PDF
As palestras do projeto "Sala de Espera" serão realizadas todas as quintas-feiras, às 10h, na Central de Cadastro de Visitantes da Susipe, na Rua do Tamoios, n. 1592, no bairro de Batista Campos, entre as travessas dos Apinagés e Padre Eutíquio, em Belém.

Release

 

A Coordenadoria de Assistência Social da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) iniciou, nesta quinta-feira (02/08), o projeto "Sala de Espera" que consiste em um trabalho educativo e preventivo, através de palestras e rodas de conversa com familiares de presos que ocorrerão semanalmente na sala de espera de atendimento da Central de Cadastro de Visitantes.

A primeira palestra foi sobre "Doenças Sexualmente Transmissíveis" (DST's) e foi ministrada pela enfermeira Rafaela Nogueira, que trabalha na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI). No primeiro dia do projeto (que terá encontros com média de 30 minutos) se discutiu a importância do sexo seguro e o uso da camisinha, além do diagnóstico precoce de sinais e sintomas das infeccções sexualmente transmissíveis para inicio imediato de tratamento e cura.

A Central de Cadastro de Visitantes (CCV) da Susipe está instalada no prédio-sede do órgão, em Belém, e foi criada com o objetivo de unificar as informações e centralizar o cadastramento de visitantes, que anteriormente era feito exclusivamente dentro das casas penais e aumentou o rigor contra fraudes e irregularidades cometidas pelos (as) visitantes. Por dia são atendidas, em média, 300 pessoas.

Desde que foi inaugurada, em 2015, mais de 32 mil pessoas estão regularmente cadastradas para realizar visitas aos internos, nas 47 unidades prisionais do Estado. Além do cadastro de visitantes, a central também oferece atendimentos em psicologia e assistência social, jurídico e de saúde para os familiares dos detentos. Para as crianças, o espaço conta ainda com uma brinquedoteca e um fraldário.

Para ter o direito de visitar um detento dentro de uma unidade prisional é necessário: ser parente em primeiro grau do detento (e na falta destes, parentes de segundo grau), portar carteira de identidade, CPF, duas fotos 3x4, comprovante de residência, certidão de casamento (caso a visitante seja esposa do preso) ou comprovante de união estável, além de comprovante de antecedentes criminais. O atendimento é de segunda a quinta-feira, no horário de 8h as 13h para efetivar cadastro, e às sextas-feiras para entrega de carteirinhas, no horário de 8h as 15h. As visitas ocorrem todas as quintas e sextas para crianças, e no sábado e domingo para familiares.

Os temas das palestras do projeto "Sala de Espera" serão sobre os mais diversos assuntos como saúde, legislação, planejamento familiar, amamentação e políticas públicas. O calendário já está definido até dezembro. Confira a programação do mês de agosto:

02/08 - Doenças Sexualmente Transmissíveis;

09/08 - Amamentar: um ato de amor;

16/08 - Planejamento familiar;

23/08 - Álcool e drogas;

30/08 - Limites na medida certa.

Serviço: As palestras do projeto "Sala de Espera" serão realizadas todas as quintas-feiras, às 10h, na Central de Cadastro de Visitantes da Susipe, na Rua do Tamoios, n. 1592, no bairro de Batista Campos, entre as travessas dos Apinagés e Padre Eutíquio, em Belém.

Por Assessoria de Comunicação Social.